Curtas

Recuo de Arnaldo ?

O Deputado Arnaldo Melo confidenciou a aliados que desconhece detalhes da proposta de compra de hospital de sua propriedade. Disse que iniciativa é exclusivamente da Prefeitura de Colinas. Isso ainda vai render.

Erro prim√°rio

A atual gest√£o da C√Ęmara de Vereadores de Colinas tem feito um trabalho reconhecido pela sociedade. V√°rias a√ß√Ķes foram feitas, como o Parlamento jovem e a capacita√ß√£o atrav√©s de cursos de inform√°tica. A rela√ß√£o com o Executivo sempre foi de respeito e sintonia, mas nas √ļltimas semanas uma s√©rie de atrapalhadas politicas est√£o afastando o Legislativo do poder central colinense. E os erros partem da condu√ß√£o da politica no executivo municipal. Aqueles que orientam ou desorientam o Prefeito, acabam cometendo erros prim√°rios. Um deles √© o de incentivar a m√≠dia governista a atacar os vereadores. A sess√£o da C√Ęmara de Vereadores de hoje(24) ir√° revelar mais um epis√≥dio desses.

Vereador Valterly se¬†re√ļne¬†com futuro Secret√°rio

O Vereador Valterly teve uma reuni√£o proveitosa com o futuro Secret√°rio da Articula√ß√£o Politica do Governo Fl√°vio Dino, Marcio Jerry. Depois do encontro o Vereador ficou entusiasmado: ” a desenvoltura do Marcio Jerry e a confian√ßa que o Governador Fl√°vio t√™m com ele trar√° bons frutos para Colinas”, disse o parlamentar.

Cleudson Campos no CREA

Os colinenses e em especial a sua gera√ß√£o em Colinas est√° feliz com a elei√ß√£o do conterr√Ęneo Cleudson Campos para o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura.

F√≥rum discute a√ß√Ķes para fortalecer Universidade Aberta do Brasil

Fonte : IFMA

O Instituo Federal do Maranhão está presente na 3ª Reunião do Fórum Nacional dos Coordenadores da Universidade Aberta do Brasil. Criado em 2010, o evento tem como objetivo reunir coordenadores de todas as unidades do país para discutir avanços e possibilidades de superação das dificuldades enfrentadas.

Na abertura oficial, realizada na manh√£ desta quinta-feira, 20, no Hotel Veleiros, em S√£o Lu√≠s, o diretor de Educa√ß√£o a Dist√Ęncia da Coordena√ß√£o de Aperfei√ßoamento de Pessoal de N√≠vel Superior (Capes), Jean Marc Georges, destacou que todo o sistema da UAB funciona na base das discuss√Ķes e debates porque as opini√Ķes divergentes fazem parte do processo.

Forum UAB 01O reitor do IFMA, Roberto Brand√£o, comentou que fazer parte do F√≥rum n√£o √© uma a√ß√£o pequena, porque √© poss√≠vel contribuir e trazer a realidade para discuss√£o junto com os pares, o que favorece a provid√™ncia dos devidos encaminhamentos.¬†Lembrou que, enquanto coordenador do F√≥rum de Planejamento e Administra√ß√£o do Conselho Nacional das Institui√ß√Ķes da Rede Federal de Educa√ß√£o Profissional, Cient√≠fica e Tecnol√≥gica (Forplan), o MEC era sempre visto como um √≥rg√£o articulador.

‚ÄúA palavra pertencente a esse momento chama-se di√°logo, portanto saber conversar com os segmentos que estejam abertos a projetos e devidas execu√ß√Ķes‚ÄĚ, comentou. Segundo o reitor, essa rela√ß√£o com a Capes proporciona a sensibiliza√ß√£o e o alcance da UAB. ‚ÄúPe√ßo ao diretor Jean que nos d√™ metas e n√ļmeros e n√≥s daremos os resultados‚ÄĚ, disse, lembrando que nesta sexta-feira, 21, acontecer√° em Caxias a forma√ß√£o da primeira turma de Qu√≠mica, fruto do Projeto da Universidade Aberta no Maranh√£o.

Forum UAB 02A coordenadora da UAB, na Universidade Estadual de Maring√°, Maria Lu√≠sa Furlan Costa, explicou que o momento √© de pensar a√ß√Ķes pol√≠ticas, pedag√≥gicas e administrativas que as universidades precisam providenciar, especialmente na atual situa√ß√£o de transi√ß√£o no governo federal. ‚ÄúIndependente disso, as universidades precisam continuar seu trabalho de oferta de cursos superior a dist√Ęncia com qualidade‚ÄĚ, pontuou.

A diretora de Educa√ß√£o a Distancia do IFMA, Simone Costa, diz que atualmente a institui√ß√£o oferece os cursos de Licenciatura em Inform√°tica e Qu√≠mica e, nesse contexto, o F√≥rum vem para discutir as dificuldades vivenciadas para levar adiante um projeto no √Ęmbito do ensino superior, considerando que √© uma modalidade a distancia.

‚ÄúQueremos estreitar experi√™ncias e sugerir novas sistem√°ticas perante a Capes, no intuito de aperfei√ßoar as pr√°ticas vividas por cada institui√ß√£o‚ÄĚ, complementou o coordenador geral da UAB no IFMA, Samuel Barroso.

Planejamento

No encontro ser√° estabelecido o planejamento das atividades de 2015, o qual possibilitar√° a elabora√ß√£o de um documento, que sistematiza os anseios levantados na reuni√£o, para serem apresentados na Capes e no Minist√©rio da Educa√ß√£o, assim como nas demais institui√ß√Ķes de √Ęmbito federal e C√Ęmara dos Deputados.

Representantes da sociedade civil de Pastos Bons dialogam com o reitor

Fonte: ifma.edu.br

No dia 18 de novembro, autoridades e representantes da sociedade civil de Pastos Bons, a 538 km de S√£o Lu√≠s, se reuniram na C√Ęmara Municipal com o reitor do IFMA, Roberto Brand√£o, para dialogar sobre a futura implanta√ß√£o de cursos e programas do Instituto no munic√≠pio.

A prefeita, Iriane Gaspar, destacou a import√Ęncia de parceiras como essa na busca pelo desenvolvimento do munic√≠pio. ‚ÄúEssa √© a primeira semente de um trabalho que trar√° desenvolvimento para Pastos Bons. Precisamos de uma a√ß√£o conjunta para que as coisas aconte√ßam da melhor forma poss√≠vel‚ÄĚ, afirmou.

Reuniao Pastos Bons 2O reitor apresentou um panorama da expans√£o do Instituto no interior do Maranh√£o. S√£o 26campi, 2.500 servidores (docentes e t√©cnico-administrativos) e um p√ļblico de 32 mil alunos. ‚ÄúEsse momento √© importante para mostrar √†s pessoas que veem a Educa√ß√£o como um projeto de mudan√ßa social o que o Instituto representa. N√≥s dialogamos com a comunidade, que, em conjunto, define as √°reas, os eixos tecnol√≥gicos e os cursos que ser√£o oferecidos‚ÄĚ, esclareceu.

Reuniao Pastos BonsO coordenador geral do Programa Universidade Aberta do Brasil (UAB), Samuel Barroso, explicou as modalidades de Educa√ß√£o a Dist√Ęncia (EAD) do IFMA: rede E-TEC (cursos t√©cnicos de n√≠vel m√©dio) e UAB (cursos superiores). ‚ÄúO curso possibilita uma forma√ß√£o r√°pida ‚Äď 18 meses ‚Äď com a mesma qualidade do ensino presencial do Instituto‚ÄĚ, pontuou. Segundo Samuel, a capacita√ß√£o das pessoas em seus locais de origem √© uma das diretrizes do Minist√©rio da Educa√ß√£o (MEC) e o munic√≠pio apresenta potencial em √°reas como Agricultura, Pecu√°ria e Servi√ßo P√ļblico.

Keila Fernandes, gestora municipal, acredita que a chegada do IFMA √© um marco para o munic√≠pio. ‚ÄúOs jovens de Pastos Bons concluem o Ensino M√©dio e, quase sempre, n√£o t√™m perspectivas. Isso agora vai mudar!‚ÄĚ, projeta.

Colinense Cleudson Campos é eleito Presidente do CREA

O jovem engenheiro mec√Ęnico colinense, Cleudson Campos (foto), foi eleito ontem (19) Presidente do Conselho Regional e Engenharia e Agronomia do Estado do Maranh√£o ‚Äď CREA-MA.

informe ano 3 numero 21_presidente_conversa3CLEUDSON CAMPOS ‚Äď PRESIDENTE ELEITO DO CREA-MA FL√ĀVIO DINO ‚Äď GOVERNADOR ELEITO DO MA

Cleudson despontou, durante toda a campanha, como favorito. Um nome leve, sem macula e com for√ßa de vontade para mudar a realidade que se instalou e arrastou ao decorrer dos anos neste importante √≥rg√£o, Campos agora far√° a diferen√ßa, valorizando o profissional e enaltecendo um dos pilares de qualquer profiss√£o: A √ČTICA.

Em sua miss√£o, o Crea-MA √© o √≥rg√£o de fiscaliza√ß√£o, de controle, de orienta√ß√£o e de aprimoramento do exerc√≠cio a das atividades profissionais da Engenharia, da Agronomia, da Geologia, da Geografia e da Meteorologia, em seus n√≠veis m√©dio e superior, no territ√≥rio de sua jurisdi√ß√£o. Al√©m disso, √© promotora de condi√ß√£o para o exerc√≠cio, para a fiscaliza√ß√£o e para o aprimoramento das atividades profissionais, podendo ser exercida isoladamente ou em conjunto com o Confea, com os demais Creas, com as entidades de classe de profissionais e as institui√ß√Ķes de ensino nele registradas ou com √≥rg√£os p√ļblicos de fiscaliza√ß√£o.

PERFIL DO PRESIDENTE:

Cleudson Campos de Anchieta, natural de Colinas, Estado do Maranh√£o, Engenheiro Mec√Ęnico e com especializa√ß√£o em Engenharia de Seguran√ßa do Trabalho, graduado pela UEMA. Trabalhou nas empresas AMBEV, ALUMAR, dentre outras grandes empresas privadas do estado, com distin√ß√£o.

Foi Conselheiro Federal Titular do CONFEA ‚Äď Conselho Federal de Engenharia e Agronomia, como representante do SENG/MA, Sindicato dos Engenheiros do Maranh√£o, no per√≠odo de 21/01/13, tendo exercido a Coordena√ß√£o da Comiss√£o de Articula√ß√£o do Sistema ‚Äď CAIS, nos anos de 2011 e 2012.

Membro da frente parlamentar pela engenharia na C√Ęmara dos deputados, autor e relator do projeto que aprovou no plen√°rio do CONFEA o recolhimento do Clube de Engenharia do Maranh√£o ‚Äď CEM, da Associa√ß√£o dos Engenheiros Agr√īnomos do Maranh√£o ‚Äď AEMA, e Universidade Estadual do Maranh√£o ‚Äď UEMA, como frente do sistema CONFEA/CREA. Atualmente, atua como profissional liberal e integra os quadros de associados do SENGE/MA e do CEM.

 Fonte: Neto Cruz

Projeto de venda de hospital Nossa Senhora da Consolação é retirado de pauta após pressão popular

A C√Ęmara de Vereadores de Colinas acaba de discutir sobre Projeto de lei que ¬†tentava autorizar a venda do Hospital Nossa Senhora da Consola√ß√£o por R$ 5 milh√Ķes para o Governo do Estado. Os vereadores Bima, R√©gia, Osvaldinho, Carlinhos, Valterly e Ana do Bin√© se posicionaram contra, obrigando que o Presidente da Casa retirasse de pauta, visto que ¬†precisava de no minimo nove votos a favor da aprova√ß√£o. O Hospital n√£o tem estrutura adequada e o valor do pr√©dio foi considerado extremamente caro.

A n√£o aprova√ß√£o s√≥ ocorreu depois de den√ļncia do Vereador Bima e uma intensa mobiliza√ß√£o ¬†das pessoas nas redes sociais.

 

A longa marcha de Fl√°vio Dino

Por Ed Wilson
As entrevistas do governador eleito Fl√°vio Dino (PCdoB) aos jornais de repercuss√£o nacional, especialmente na Folha de S√£o Paulo, apontam os sinais do futuro.
No diálogo com o jornalista Fernando Rodrigues, Dino discorre sobre o cenário de Brasília, já se posicionando como um político de referência na mídia do centro-sul do país.
Os jornalistas estão entusiasmados com as bandeiras do choque de capitalismo e da revolução burguesa no Maranhão, erguidas por um governador eleito pelo partido comunista.
Se tudo correr conforme o programado, daqui a oito anos Dino ter√° completado dois mandatos de governador. Ser√° senador e pode voltar ao Pal√°cio dos Le√Ķes, mas √© pouco!
Depois disso, com menos de 60 anos, vai fazer o quê?
Com certeza n√£o ser√° conselheiro no Tribunal de Contas da Uni√£o (TCU).
Flávio quer mais. O PCdoB também.
A primeira meta é tirar o Maranhão dos piores indicadores sociais do Brasil e apresentá-lo ao país como uma experiência exitosa de governo.
Nesse percurso, pretende construir novas agendas midi√°ticas.
Haverá uma obsessão para tirar o Maranhão das páginas do crime, das tragédias de Pedrinhas, da fome e da miséria, dos mal feitos e das obras fantasmas ou superfaturadas.
No primeiro discurso em local p√ļblico, no dia da vit√≥ria, em 5 de outubro de 2014, na pra√ßa Maria Arag√£o, Dino abriu a fala dizendo: ‚Äúest√° proclamada a Rep√ļblica no Maranh√£o!‚ÄĚ
N√£o foi uma frase qualquer. Houve ali um enunciado.
Nas entrelinhas da entrevista com Rodrigues h√° digress√Ķes de Fl√°vio sobre solu√ß√Ķes para o dilema entre o PT e o PSDB.
Dino prop√Ķe um pacto entre tucanos e petistas e indica sugest√Ķes para a reforma pol√≠tica.
Está nas palavras do comunista o antídoto para a esquizofrenia que tomou conta da eleição presidencial de 2014 e alimenta o terceiro turno.
Desenvolvo, ele opina sobre a conjuntura nacional com ares de protagonista da cena principal.
Dino tem outra vantagem: √© o √ļnico nome do PCdoB nacional. Em caso de um projeto majorit√°rio no futuro, o governador do Maranh√£o ser√° ungido pelo alto comando comunista.
Diferente dos outros partidos, onde h√° disputas e rachas, o PCdoB √© regido pelo centralismo democr√°tico. A legenda √© verticalizada a as poss√≠veis diverg√™ncias sequer saem das reuni√Ķes a portas fechadas.
O PCdoB nacional vai vigiar e ‚Äúorar‚ÄĚ pelo Maranh√£o, projetado para ser a vitrine do Brasil.
Comparado aos 50 anos de atraso liderados por José Sarney, o pouco que for feito já será muito, elevando o Maranhão a novos patamares no cenário nacional.
Os passos iniciais estão sendo dados meticulosamente na formação do secretariado.
No primeiro escalão, foram vetados até agora todas as figuras estigmatizadas pela agiotagem, corrupção, desmandos administrativos e práticas coronelistas nos municípios mais emblemáticos.
Fam√≠lias e pol√≠ticos tidos como indesej√°veis e asquerosos, notadamente nocivos ao interesse p√ļblico, ficaram exclu√≠dos na forma√ß√£o principal do governo.
Essa é uma questão central para o sucesso da gestão.
No projeto de ‚Äúvender‚ÄĚ o Maranh√£o da mudan√ßa, n√£o cabe esse tipo de gente.
√Č o primeiro passo para a longa marcha.

Servidores do Judici√°rio paralisam atividades por tempo indeterminado

Nesta quinta‚Äďfeira (13) ter√° inicio, por tempo indeterminado, a greve geral dos servidores do Judici√°rio maranhense. O movimento acontecer√° na capital e em todas as Comarcas do Estado. A retomada da greve da Categoria, suspensa em agosto passado, foi definida durante Assembleia Geral Extraordin√°ria, realizada no √ļltimo s√°bado (08).

O movimento é coordenado pelo Sindicato dos Servidores da Justiça no Estado do Maranhão (SINDJUS/MA). A Greve é um protesto contra o não pagamento pelo Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão (TJMA) dos retroativos judiciais da Ação dos 21,7%, ganha pelo SINDJUS no Supremo Tribunal Federal em favor de seus associados.  EM São Luís os servidores estarão concentrados na porta do Tribunal de Justiça, a partir das 08h.

O movimento paredista reivindica tamb√©m o imediato cumprimento da Lei 10156/2014 das perdas inflacion√°rias de 4.3%, com seus respectivos retroativos, fixa√ß√£o do dia 01¬ļ de Janeiro como Data Base para a revis√£o anual dos vencimentos e demais vantagens da categoria, condi√ß√Ķes dignas de trabalho na Justi√ßa maranhense, fim do ass√©dio moral e a manuten√ß√£o da igualdade de tratamento para a concess√£o do aux√≠lio alimenta√ß√£o para servidores e magistrados no Poder Judici√°rio Estadual.

Durante toda quarta-feira (12), diretores do SINDJUS/MA realizaram arrast√£o nos Juizados Especiais e F√≥runs da regi√£o metropolitana de S√£o Lu√≠s, mobilizando a categoria e explicando aos servidores a pauta de reivindica√ß√Ķes do movimento.

Uma equipe est√° de plant√£o no SINDJUS para o envio a todas as comarcas do material a ser utilizado durante a paralisa√ß√£o, que tem como mote ‚ÄúCALOTE N√ÉO! ‚Äď AUDITORIA J√Ā NO TJMA‚ÄĚ. A orienta√ß√£o da dire√ß√£o do Sindicato √© para que os servidores da capital se concentrem, na parte da manh√£, na porta do Tribunal de Justi√ßa e nas portas dos F√≥runs nas demais comarcas.

O registro de frequência dos grevistas deverá ser feito por PONTO PARALELO, que está sendo disponibilizado pelo SINDJUS pelo site da entidade.

O Sindicato protocolou duas representa√ß√Ķes junto ao Conselho Nacional de Justi√ßa ‚Äď CNJ. Essas medidas da atual administra√ß√£o tiveram impacto de v√°rios milh√Ķes de reais no or√ßamento do Judici√°rio Estadual.

 

 

Curtas

Volta do Blog

Devido problemas técnicos o blog ficou fora do ar várias semanas. Tentarei atualizar constantemente em respeito á centenas de pessoas residentes em todos os cantos do Brasil que me enviaram mensagens e emails solicitando a atualização do Blog.

Secretariado de Fl√°vio Dino

O Governador eleito Flávio Dino vêm dando sinais claros de que a mudança era para valer. Os Secretários anunciados até agora preenchem o perfil técnico, além de serem formados por cidadãos de conduta ilibada.

Entrosamento no Governo

Vereadora Regia ladeada por seu pai Joao Francisco, Marcio Jerry, Marcelo Tavares e o Dep. Rubens Junior

 

 

 

 

 

 

 

 

A Vereadora R√©gia(PT) foi recebida na √ļltima semana por tr√™s futuros Secret√°rios do Governador eleito Fl√°vio Dino: Marcelo Tavares(Casa Civil), Marcio Jerry( Articula√ß√£o Politica e Assuntos Federativos) ¬†e Cleyton Noleto(Infraestrutura). ¬†A aproxima√ß√£o da Vereadora com o Governador eleito Fl√°vio Dino dever√° trazer bons frutos para Colinas.

Bom Negócio 

O Deputado Arnaldo Melo est√° prestes a fechar um excelente neg√≥cio com o Governo do Estado referente a venda do Hospital de sua propriedade em Colinas. Uma fonte bem situada na Secretaria de Sa√ļde do Estado confidenciou ao Blog que o Estado pagar√° R$ 4 Milhoes pela aquisi√ß√£o do Hospital, ficando R$ 3800.000,00 para Arnaldo e R$ 200 Mil para Prefeitura realizar uma pequena reforma. ¬†Ser√° que o Hospital vale tudo isso?

O resultado das urnas em Colinas

Uma certeza ficou clara na √ļltima elei√ß√£o em Colinas √© que n√£o h√° mais polariza√ß√£o entre dois grupos pol√≠ticos na cidade. H√° sim um conjunto de for√ßas heterog√™neas, e cada um com seu escopo eleitoral.

Renovação nos quadros

Dr. Lamarck é uma jovem promessa politica

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O jovem advogado Lamarck é daquelas peças no tabuleiro politico que todos queriam ter em seus partidos: têm carisma, simpatia da juventude e é excelente profissional. Os requisitos credenciam o advogado a disputar qualquer mandato eletivo em 2016.

 

Médio Sertão: Flávio Dino consegue maior vantagem em Pastos Bons e Paraibano

Mesmo apoiado por praticamente todos os prefeitos do M√©dio Sert√£o, e incentivados pelo fator financeiro, o candidato Edinho Lob√£o amargou derrota na maioria das cidades da Regi√£o. As maiores vota√ß√Ķes percentuais dadas a Fl√°vio Dino na regi√£o foram em Pastos Bons e Paraibano. Vejam abaixo o resultado em ordem decrescente por cidades da regi√£o:

Pastos Bons:

Fl√°vio Dino: 71,53%

Edinho: 28,01%

Paraibano:

Fl√°vio Dino: 70,03%

Edinho: 29,65%

Fortuna:

Fl√°vio Dino: 66,89%

Edinho: 32,61%

S√£o Francisco do Maranh√£o:

Fl√°vio Dino: 62,07%

Edinho: 37,72%

Colinas:

Fl√°vio Dino: 60,05%

Edinho: 39,38%

Bar√£o de Graja√ļ:

Fl√°vio Dino: 56,20%

Edinho: 43,26%

S√£o Jo√£o dos Patos:

Fl√°vio Dino: 55,07%

Edinho: 44,15%

Lagoa do Mato

Fl√°vio Dino: 53,95%

Edinho: 45,92%

Cidades que Edinho Lob√£o venceu:

Mirador:

Fl√°vio Dino: 37,27%

Edinho: 62,31%

Passagem Franca:

Fl√°vio Dino: 47,54%

Edinho: 52,09%

Jatob√°:

Fl√°vio Dino: 44,81%

Edinho: 55,07%

Sucupira do Norte:

Fl√°vio Dino: 47,44%

Edinho: 51,69%

Buriti Bravo:

Fl√°vio Dino: 47,71%

Edinho: 52,04%

Sucupira do Riach√£o:

Fl√°vio Dino: 43,54%

Edinho: 56,11%

Veja resultado Final em relação à Colinas

A vontade de derrotar o Imp√©rio Sarney, associado √° uma campanha impec√°vel de Fl√°vio Dino gerou uma vit√≥ria consagradora da oposi√ß√£o, confirmando os n√ļmeros da Pesquisa Exata, Data M e Econom√©trica. O Ibope mais uma vez errou no Maranh√£o atribuindo somente uma diferen√ßa de 18 pontos, e n√£o 30 pontos como foi confirmado. Abaixo mostramos o resultado em rela√ß√£o √† Colinas:

Resultados de Colinas:

Governador:

Flávio Dino:  9687 votos(60,05%)

Edinho Lob√£o: 6353 votos( 39,38%)

Senador:

Roberto Rocha: 8381(53,78%)

Gast√£o: 7134( 45,78)

Deputado Federal:

1¬ļ Z√© Reinaldo: 4414(25,6%)

2¬ļPedro Fernandes: 3986( 23,12%)

3¬ļ Sarney Filho: 2809(16,29%)

4¬ļ Alberto Filho: 1199(6,95%)

5¬ļ Z√© Renato: 595( 3,45%)

6¬ļ Rubens Junior: 408( 2,37%)

7¬ļ Z√© M√°rio: 263( 1,53%)

8¬ļ Z√© Carlos: 235(1,36%)

Deputado Estadual:

1¬ļ Nina Melo: 4600(26,14%)

2¬ļ Z√© Eider: 3992 (22,69%)

3¬ļ Humberto Coutinho: 2649(15,06%)

4¬ļ Ana do G√°s: 1627( 9,25%)

5¬ļ Stenio Rezende: 621

Presidente:

Dilma: 13821( 82,24%)

Aécio: 1693(10,07%)

Marina: 1134(6,75%)

 

12 visitantes online agora
3 visitantes, 9 bots, 0 membros
Máx. de visitantes hoje: 21 às 02:24 am UTC
Este mês: 49 às 11-07-2014 10:28 am UTC
Este ano: 57 às 08-27-2014 05:20 am UTC
No total: 68 às 04-12-2013 03:28 pm UTC
Visit Us On TwitterVisit Us On Facebook