Irmão de Carlos Brandão envolve-se em acidente com três feridos

Fonte: Blog do Gilberto Leda

 

O ex-prefeito de Colinas Zé Henrique Brandão, irmão do vice-governador Carlos Brandão (PSDB), envolveu-se em um grave acidente, na tarde de hoje (22), entre Colinas e Paraibano.

Ele dirigia uma caminhonete, quando colidiu numa curva com uma motocicleta, onde estavam um casal e uma criança. Segundo apurou o blog, todos estavam sem capacete.

Zé Henrique não teve ferimentos, mas as três pessoas da moto tiveram várias escoriações. A criança está em estado grave.

Todos serão atendidos no Hospital de Presidente Dutra.

Após prestar socorro, Zé Henrique dirigiu-se à Delegacia de Polícia de Colinas para as providências de praxe.

Atualização: Criança e Mãe estão fora de perigo.

 

IMG_0999

Fonte: Blog do Gilberto Leda

Curtas

Zé Eider e Marcio Jerry

O Ex-Deputado Zé Eider foi recebido no Palácio dos Leões pelo Secretário Marcio Jerry. Numa conversa descontraída, os dois debateram sobre as prioridades que Colinas precisa e também sobre o cenário politico local. Outro presente a reunião foi o jovem Gonçalo Neto, que mostrou muito desprendimento politico e interesse em contribuir com o governo do estado nesse novo momento, com a ascensão de Flávio Dino. Também participaram do Encontro os Vereadores Osvaldinho. Valterly e Bima. Em sua página pessoal o Secretário resumiu: “Ótima e animadora conversa ontem com lideranças da minha querida Colinas, entre os quais o amigo e ex-deputado Zé Eider “Banana”.”

Audiência Publica em Colinas

A participação forte de representantes de Colinas no Governo Estadual, principalmente com a presença de Marcio Jerry e Carlos Brandão dão o tom da importância que a cidade possui no cenário politico estadual. Prova disso é que Colinas será uma das noves cidades  a receber a caravana do Governo do Estado que discutirá o Orçamento Público(PPA). Vários Secretários e Deputados estarão presentes no Auditório do CESCO na próxima sexta(19).

Praça da Alegria no Jornal da Mirante

Enquanto a gestão atual e a passada trocam farpas e procuram culpados pela situação de abandono em que se encontra a Praça da Alegria, a população colinense é que mais sai perdendo. Em matéria exibida no último sábado, a TV Mirante mostrou a situação caótica em que se encontra a Praça da Alegria.

Como perguntar não ofende?

Qual a Secretária municipal de uma cidade do Médio Sertão Maranhense pegou uma bronca de um Prefeito por ter feito um selfie com o Governador?

Colinas sediará na sexta audiência pública do Governo do Estado

 

Governo inicia escutas territoriais sobre PPA e Orçamento Participativo no Maranhão

14 de junho de 2015

 

A população maranhense vai poder participar diretamente da gestão pública estadual indicando as prioridades de investimentos em obras e serviços em cada região. Por meio de escutas territoriais, a partir desta segunda-feira (15), representantes de instituições da sociedade civil e de órgãos públicos apresentarão em plenárias as propostas que devem ser priorizadas para a elaboração do Plano Plurianual (PPA) e Orçamento Participativo (OP). As primeiras plenárias acontecerão simultaneamente nos municípios de Caxias e Imperatriz, que abrangem os territórios dos Cocais e do Cerrado Amazônico, respectivamente.

Os trabalhos estão sendo coordenados pela Secretaria Estadual de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e a Secretaria de Planejamento e Orçamento (Seplan). O secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, destacou que o Governo do Estado valoriza a participação popular. “O governador Flávio Dino considera fundamental a participação da sociedade no processo de construção das políticas públicas, através do apoio à realização de uma série de atividades que incentivem as pessoas a contribuírem com a consolidação desse novo cenário político”, afirmou.

Sobre isso a secretária de Estado de Planejamento e Orçamento (Seplan), Cynthia Mota Lima, explicou a importância das escutas territoriais para a consolidação de uma gestão democrática e inclusiva, como orienta o governador Flávio Dino. “As escutas territoriais tem como principal objetivo direcionar investimentos, através de demandas regionais, que serão executadas pelo PPA para o período de 2016-2019 e nos orçamentos anuais do mesmo período”, destacou a secretária.

As escutas territoriais encerram no dia 10 de julho em São Luís. Todas as regiões serão contempladas durante as 15 plenárias no Vale do Mearim; Cerrado do Sul; Baixo Parnaíba; Sertão do Maranhão; Vale do Itapecuru; Baixada Ocidental; Centro Maranhense; Alto Turi Gurupi; Médio Mearim; Vale do Pindaré; Campos e Lagos; e Lençóis e Munim.

Durante as escutas, as pessoas serão consultadas acerca das principais demandas da região, de modo que as ações a serem desenvolvidas em cada território sejam propostas pela própria população local. Essa ação é considerada uma das estratégias de gestão democrática que o Governo do Estado vem implementando no Maranhão.

O resultado da sistematização das propostas será divulgado na Plataforma de Participação Popular, ferramenta digital que será disponibilizada na página eletrônica do Governo do Estado para possibilitar a interação permanente entre o povo e o poder público estadual. As demandas priorizadas nas escutas serão votadas em plenárias e na Plataforma de Participação Popular.

Orçamento participativo
O Orçamento Participativo (OP) é um processo pelo qual a população decide, de forma direta, a aplicação dos recursos em obras e serviços que serão executados pela administração pública. O OP contribui para a definição e priorização das despesas, além de fomentar o debate sobre a construção de um modelo de desenvolvimento para o estado. Além disso, o Orçamento Participativo estimula o exercício da cidadania, o compromisso da população com o bem público e a corresponsabilidade entre governo e sociedade sobre a gestão do Estado.

Plano plurianual
Já foram realizadas Oficinas de Planejamento Estratégico para discutir o Plano Plurianual (PPA) e Orçamento Participativo 2016/2019. Com o objetivo de promover a capacitação dos técnicos sobre o Plano Plurianual e Orçamento Participativo para replicar nos órgãos setoriais, as oficinas reuniram servidores de várias secretarias estaduais, que se dividiram em grupos para discutir temáticas do PPA, como, por exemplo, saúde e saneamento, desenvolvimento social, segurança pública, entre outras.

“Esse planejamento que está sendo feito agora é muito importante, pois o principal compromisso do governo Flávio Dino é realizar ações de impacto positivo nos municípios, proporcionando cada vez mais melhorias ao povo do Maranhão”, ressaltou a secretária Cynthia Mota Lima.

 

Calendário de escutas territoriais

DATA CIDADE POLO TERRITÓRIO
15/6 Caxias Cocais
Imperatriz Cerrado Amazônico
17/6 Bacabal Vale do Mearim
Balsas Cerrado do Sul
19/6 Chapadinha Baixo Parnaíba
Colinas Sertão do Maranhão
25/6 Itapecuru Vale do Itapecuru
27/6 Pinheiro Baixada Ocidental
1/7 Grajaú Centro Maranhense
Zé Doca Alto Turi Gurupi
3/7 Lago da pedra Médio Mearim
Santa Inês Vale do Pindaré
7/7 Viana Campos e Lagos
Barreirinhas Lençóis e  Munim
10/7 São Luís Metropolitano

Governo lança o ‘Mais Vida no Trânsito’ para reduzir acidentes de trânsito

Governo lança Programa Especial para reduzir acidentes de trânsito

 

O Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MA), lança, nesta segunda-feira (1°),  o programa ‘Mais Vida no Trânsito’, um conjunto de estratégias a serem desenvolvidas para reduzir o número de acidentes em todo o Maranhão. O lançamento oficial do programa será feito pelo governador Flávio Dino, às 14h30, no auditório do Palácio Henrique de La Rocque, em São Luís.

De acordo com o Mapa da Violência 2014, o Maranhão foi o estado brasileiro com o maior crescimento no número de mortes no trânsito, com um aumento de 150% em apenas uma década, passando de 682 mortes em 2002 para 1.705 em 2012. Atualmente, mais da metade dos leitos de UTIs hospitalares no estado (63%) são ocupados por vítimas de acidentes de trânsito, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde. Quase a metade (42%) dos casos de paralisias físicas ocorrem em decorrência de acidentes de trânsito.

Para o governador Flávio Dino, o programa ‘Mais Vida no Trânsito’ ressalta a preocupação e o compromisso do Governo do Maranhão em diminuir o alto índice de acidentes em todo o estado, principalmente, os envolvendo motociclistas. “O Maranhão ocupa hoje o primeiro lugar no Brasil em número de acidentes com motociclistas. Nove por cento dos acidentes de moto registrados no país acontecem aqui, sendo que o Maranhão possui apenas 3% da frota nacional de motocicletas”, destacou o governador Flávio Dino. As motocicletas correspondem hoje a quase 60% da frota de veículos do estado.

No lançamento do programa o governador irá apresentar uma medida voltada, especialmente, para a segurança de motociclistas. “Anunciaremos um projeto de incentivo à regularização de motos e motociclistas, visando também reduzir acidentes e crimes”, antecipou Flávio Dino.

Para reduzir os acidentes, o programa ‘Mais Vida no Trânsito’ pretende reforçar a municipalização do trânsito nas cidades do interior. Na cerimônia de lançamento do programa, os prefeitos maranhenses receberão o “Manual de Integração dos Municípios ao Sistema Nacional de Trânsito”, um guia técnico elaborado pelo Detran-MA, que vai orientar as prefeituras na aplicação de uma gestão do trânsito nos municípios. Atualmente, dos 217 municípios maranhenses, somente 52 tem a gestão do trânsito municipalizada.

Durante o lançamento do programa ‘Mais Vida no Trânsito’, também será apresentado oficialmente o concurso “Prefeito Defensor da Vida no Trânsito”, outra estratégia do programa. O concurso premiará os três municípios que mais se destacarem na aplicação de políticas públicas para a melhoria do trânsito. Só vai poder participar do concurso a prefeitura que tiver o trânsito municipalizado.

“A municipalização do trânsito é uma ferramenta de extrema importância no combate aos acidentes. No interior do estado temos os piores índices de acidentes, e por trás da violência no trânsito, está o desrespeito às leis”, acentuou o diretor-geral do Detran-MA, Antônio Nunes.

Fonte: Governo do Estado

Rubens Junior e mais três deputados votam contra financiamento privado em campanhas

Fonte: Blog do Garrone

Quatorze dos dezoito deputados federais do Maranhão (veja a lista abaixo) votaram pela inclusão na Constituição da permissão de doações eleitorais de empresas, um dia depois que a própria Câmara rejeitou o financiamento privado de campanha.

Os deputados Sarney Filho (PV), Cleber Verde (PRB), Victor Mendes (PV) e Aluísio Mendes (PSDC) mudaram seus votos da noite pro dia e votaram a favor da nova proposta, que havia sido rejeitada na terça com o apoio do quarteto.

A mudança dos seus votos não é resultado de uma maior reflexão sobre o tema, já que ele é discutido desde de 2012 quando a OAB entrou com uma ação no STF contra a constitucionalidade do financiamento privado de campanha.

Sarney Filho mudou o seu voto da noite para o dia: voto contra na terça, voto a favor na quartaSarney Filho mudou o seu voto da noite para o dia: voto contra na terça, voto a favor na quarta

É fruto de algum acordo com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que manobrou a sessão desta quarta e colocou novamente a PEC em votação, sob o argumento -para burlar o regimento interno da Casa – de tratar-se de um novo texto.

Se na terça votaram de acordo com suas consciências – caso haja – e com o desejo dos movimentos organizados da sociedade, que entendem que o financiamento privado além de estabelecer desigualdades econômicas durante a campanha, é a fonte de toda a corrupção na política brasileira, na quarta mudaram de idéia sem que isso lhes impeça de colocar a cabeça no travesseiro.

O financiamento privado de campanhas permite que as grandes empresas ditem a agenda e as prioridades da maioria dos governantes e Parlamentares, sacrificando os interesses públicos, com consequências nefastas para a maioria da população e para o País, segundo o deputado Ivan Valente (PSOL-SP).

Não por coincidência os maiores financiadores das campanhas políticas no Brasil são as empreiteiras envolvidas na operação Lava-Jato, que investiga o desvio milionário dos recursos da Petrobras.

É o financiamento privado feito com dinheiro público!

Segundo levantamento da ONG Transparência Brasil, as empreiteiras sob suspeitas de afanar a Petrobras doaram R$ 818,8 milhões nas últimas eleições, isso sem contar as prestações de contas dos candidatos que disputaram o segundo turno, o que deve alcançar a singela quantia de R$ 1 bilhão.

A manobra do presidente Eduardo Cunha tem objetivo de barrar a tendência de o STF proibir o financiamento privado. Em abril de 2014 durante o julgamento da ção da OAB, seis dos onze ministros já haviam votado contra a possibilidade de pessoas jurídicas injetarem dinheiro nas disputas eleitorais.

Desde então, o ministro Gilmar Mendes pediu vista no processo e até hoje não concluiu o seu voto.

Rubens júnior foi um dos quatro deputados do Maranhão contrários ao financiamento privado de campanhaRubens júnior foi um dos quatro deputados do Maranhão contrários ao financiamento privado de campanha

A proposta de emenda constitucional aprovada na noite desta quarta terá que ser votada ainda em segundo turno na Câmara e, após isso, segue para o Senado, onde precisa ter o apoio de pelo menos 60% dos senadores para entrar em vigor.

Os únicos deputados maranhenses que votaram contra nas duas votações foram Rubens Júnior (PC do B), Weverton Rocha (PDT), Eliziane Gama (PPS) e Zé Carlos da Caixa (PT).

André Fufuca (PEN), Júnior Marreca (PEN), Alberto Filho (PMDB), Hildon Rocha (PMDB), João Marcelo (PMDB), Waldir Maranhão (PP), Juscelino Filho (PRP), José Reinaldo Tavares (PSB), João Castelo (PSDB) e Pedro Fernandes (PTB), votaram a favor do financiamento privado nas duas votações.

Prefeitura de Colinas descumpre Lei de Acesso a informação

Site desatualizado

A Prefeitura de Colinas não vêm cumprindo  a Lei nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação) , o que pode enquadrar o Prefeito Antônio Carlos em caso de improbidade administrativa.

Segundo a Lei Os órgãos e entidades devem divulgar obrigatoriamente em sites e Fan Pages as  informações sobre a estrutura organizacional, competências, relação de endereços e telefones das respectivas unidades e seus dirigentes, além dos horários de atendimento ao público (Institucional); o resultado de inspeções, auditorias, prestações e tomadas de contas (Auditoria); a execução orçamentária e financeira do órgão e entidade, nos termos do inciso II, do parágrafo único do art. 48 e art. 48-A da Lei Complementar nº 101/2000 (Despesas); concursos públicos de provimento de cargos, relação dos servidores públicos com número de identificação funcional, nome completo, situação funcional, data de admissão, remuneração, redutor constitucional e outras indenizações (Servidores); os dados gerais sobre programas, ações, projetos e atividades, com as principais metas, indicadores de resultado e impacto, bem como os principais resultados (Ações e Programas); os repasses ou transferências de recursos financeiros concedidos e recebidos pelos órgãos e entidades, transferências de renda direta ao cidadão, mediante convênios, acordos e instrumentos congêneres (Convênios); os procedimentos licitatórios, com respectivos editais, projeto básico ou termo de referência e resultados, bem como todos os contratos e aditivos celebrados (Licitações e Contratos), além de respostas às perguntas frequentes advindas da sociedade.

O Portal da Prefeitura (colinas.ma.gov.br) omite várias informações exigidas por lei, o que já pode imputar ao Prefeito Antônio Carlos improbidade administrativa, que é quando ocorre ato ilegal ou contrário aos princípios básicos da Administração Pública, cometido por agente público, durante o exercício de função pública ou decorrente desta. Neste caso a Lei 8429, prevê as seguintes penas: perda da função pública,  de 3 a 5 anos de suspensão de direitos políticos, multa até cem vezes a remuneração recebida e proibição de contratar com o poder público por três anos.

A última prestação de contas feita no Portal da Prefeitura refere-se Outubro de 2014, mas sem apresentar vários dados citados no 2° paragrafo deste texto. Em relação a noticias a última atualização ocorreu em Marco de 2015. Todos os argumentos mencionados acima já poderiam desencadear uma representação do Ministério Público, contra a atual gestão.

Entramos em contato com a assessoria de Comunicação da Prefeitura e assim que se pronunciarem informaremos aqui.

Fontes: http://www.acessoainformacao.gov.br/perguntas-frequentes-2/responsabilizacao-dos-agentes-publicos-civis-e-militares;

http://colinas.ma.gov.br/transparencia/;

Médio Sertão em Notas

São João dos Patos: Tio Jardel em alta
O Vereador Jardel, conhecido como Tio, tomou posse na semana passada como Superintendente de Articulação Politica de São João dos Patos. Com forte atuação na cidade, o jovem que obteve mais de 1000 votos para Vereador, vêm se engajando para ser uma alternativa na corrida sucessória para Prefeito. Caso se confirme a inelegibilidade do ex-Prefeito Zé Mário e com a péssima atuação do atual Prefeito, Tio Jardel poderá surpreender. Somado a isso, o Vereador é Presidente do PCdoB local e aliado de primeira hora do Governador Flávio Dino e do Secretário Marcio Jerry.

 

 

Passagem Franca: Gordinho alcança popularidade recorde na região

Diferente do martírio de impopularidade que vive o vizinho Prefeito Antônio Carlos, o Prefeito de Passagem franca Gordinho é de longe o melhor gestor avaliado na região. Na última pesquisa realizada no Município, o Prefeito alcançou a média impressionante de 86,56% de aprovação, segundo o Instituto IOP. Com essa popularidade, o Prefeito não encontrará dificuldades para eleger seu sucessor.

 

 

 

Buriti Bravo: Teste pra Luciana

Comandando a Unidade Regional de Educação de São João dos Patos, a Professora Luciana Leocádio está tendo um importante desafio confiado pelo Governador Flávio Dino. É justamente no Médio Sertão Maranhense onde há os piores indicadores educacionais do Maranhão e do Brasil. É da região, por exemplo, O Centro Educacional Aluizio Azevedo do município de Jatobá que ocupa o último lugar na lista de avaliação das escolas do Brasil. Sem dúvida nenhuma é um teste de fogo que pode mostrar que Luciana Leocádio está preparada para ser Prefeita de Buriti-Bravo.

 

 

Mirador possui 04 pré-candidatos

A cidade de Mirador é sem dúvida a cidade da região que até agora apresenta o maior número de pretendentes a concorrer ao mandato de Prefeito. Fortalecido pela vitória do aliado Flávio Dino, o Vice-Prefeito Ronni pretende concorrer a Prefeito pelo PCdob. Além dele, são pré-candidatos o Vereador Marquinhos, o Vereador Baltazar e o Empresário Zé Renato, que hoje ocupa mandato de vereador em Pastos Bons.

Márcio Jerry, militância e o custo de ser o “homem forte” do governo

jerry 7

Márcio Jerry: de militante político a “homem forte” do governo

 Por Ribamar Correa(Repórter Tempo)

É quase uma regra universal que todo governo tem um “homem forte”, um ministro, assessor, secretário ou simplesmente uma “eminência parda” que tem a preferência do chefe e que com ele divide a intimidade do poder. O “homem forte” é, via de regra, um sujeito inteligente, esperto, preparado e experiente, e por isso é respeitado, temido e até odiado nos bastidores do poder e, muitas vezes, fora deles. No governo Flávio Dino (PCdoB), o “homem forte” é o jornalista e presidente estadual do PCdoB Márcio Jerry, que comanda a emblemática Secretaria de Articulação Política e Assuntos Federativos.

Márcio Jerry é, de longe, o assessor mais destacado da equipe de governamental e, por isso mesmo, o braço do governo que mais atrai encrencas, nem sempre justas. Cuida das relações políticas, dá pitacos na área de comunicação e é acionado pelo governador Flávio Dino para negociar situações tensas e decisivas, desarmar bombas que podem causar crises e alimentar uma guerra de ataques e contra-ataques nas redes sociais. Seu poder pode ser medido pelo fato de que o governador autorizou um aporte de R$ 2 milhões ao orçamento anêmico da sua pasta, o que foi repercutido pela oposição como um escândalo.

O Márcio Jerry de hoje é fruto do ativismo político, forjado na militância de esquerda, que começou no movimento estudantil. O ativista se contrapõe ao jornalista, que não teve militância intensa nas redações, mas compensou essa lacuna dando aulas na UFMA e atuando como assessor no campo político e partidário. O que faltou no jornalista do dia a dia sobrou no operador das novas mídias. Isso porque percebeu de longe o poder avassalador da internet e das redes sociais – é fissurado no twiter, mas também usa o facebook e todos os cordéis virtuais como instrumentos eficientes de ação política.

O hoje poderoso assessor do governador Flávio Dino vivenciou o poder nas suas mais diversas formas, reunindo experiências que o tornaram o agente político que é. Nos anos 90 do século passado, comandou o Instituto do Homem, uma ONG maranhense financiada por algumas organizações europeias. Depois, militou no PT, quando participou do surpreendente movimento que em 2004 elegeu o petista Jomar Fernandes prefeito de Imperatriz, de quem se tornou secretário de comunicação e conselheiro, mas de quem se afastou quando percebeu que aquele governo seria um completo desastre. Foi duramente criticado, mas sobreviveu.

Sempre atuando no campo partidário, Márcio Jerry filiou-se ao PCdoB e ali intensificou sua militância até chegar ao comando do partido. Foi um dos ativistas que embalaram a vitoriosa candidatura de Jackson Lago (PDT) em 2006, tendo também atuado intensamente na campanha do ex-juiz federal Flávio Dino para deputado federal, de quem se tornou um fiel escudeiro. Assim, operou na campanha fracassada de Dino à Prefeitura de São Luís em 2008, e atuou como homem de proa na campanha em que Dino perdeu para Roseana Sarney em 2010, cometendo o erro de cantar vitória antes da hora. Na corrida municipal de 2012, já dominando o poder das redes sociais, Márcio Jerry foi o idealizador e operador do projeto de comunicação que levou Edivaldo Jr. (PTC) à Prefeitura de São Luís, assumindo a Secretaria Municipal de Comunicação. Deixou o cargo no início de 2014 para assumir o comando da campanha vitoriosa de Flávio Dino ao Governo do Estado, valendo-se, mais do que nunca, das redes sociais.

Os fatos ocorridos antes da posse do novo governo indicaram que Márcio Jerry seria o “homem forte”, indicação confirmada com sua nomeação para a Secretaria de Articulação Política e Assuntos Federativos. Nesse cargo, tornou-se o principal porta-voz do governo. O governador Flávio Dino o tem como uma espécie de coringa, escalando-o para resolver os mais diferentes “pepinos” na seara política e institucional. Jerry faz ponte com sindicalistas, prefeitos, deputados federais e estaduais, vereadores, e até empresários. Tem também a missão de engordar o PCdoB.

Márcio Jerry tem mais poder do que qualquer outro secretário. Tem todas as suas ações avalizadas pelo governador Flávio Dino. E por conta dessa posição, é alvo preferencial de adversários, que vez por outra o colocam em situação incômoda, dizem que ele manda mais que o governador, que tem mais privilégios do que o resto da equipe. Enfrenta agora artilharia pesada por que a Polícia Civil descobriu que um dos seus assessores tinha nebulosas transações com o agiota Pacovan. E do seu bunker no twitter reage às vezes com ironia, outras com deboche e aqui e ali com serenidade ou indignação.

A quem lhe pergunta se é, de fato, o “homem forte” do governo, ele reage como todo “homem forte”: “O único homem forte do governo é o governador Flávio Dino”.

 

“Homem forte”, uma tradição

Nos últimos 50 anos, período que explica a atual realidade política do Maranhão, quase todos os governos tiveram “homens fortes”. Esses braços poderosos dos governadores foram assessores técnicos competentes, cônjuge ou filhos. As exceções foram José Sarney, Epitácio Cafeteira e João Alberto, mandatários de personalidade forte, que exerciam o poder sem dividi-lo com ninguém.

O governador Pedro Neiva de Santana (1971/1974) teve como “homem forte” o filho, economista Jaime Santana, que comandou a Secretaria de Fazenda com poderes excepcionais. No governo Nunes Freire (1975/1979) o “braço direito” era o conselheiro Araújo, que tinha força e prestígio com o governador. João Castelo (1979/1982) governou com a orientação do deputado federal José Burnett, um político hábil, firme e de visão larga, e com o prestigio da primeira-dama Gardênia Gonçalves, que dava as cartas na área social. O governo Luís Rocha (1983/1987) abrigou vários assessores influentes, mas os mais poderosos foram José Teixeira, que controlava o caixa na Secretaria de Fazenda, e Francisco Coelho, que comandava a “Turma de Balsas”. O governo de Edison Lobão (1991/1994) teve o hoje suplente de senador Lobão Filho com o “homem forte”. Nos quatro governos de Roseana Sarney (1995/1999, 1999/2002, 2009/2011 e 2011/2014) ninguém foi tão influente como o economista Jorge Murad, seu marido, mesmo quando não fazia parte da equipe. O governador José Reinaldo Tavares (2002/2007) governou cinco anos com participação efetiva e influente da primeira-dama Alexandra Tavares. E, finalmente, o governador Jackson Lago (2007/2009) seguiu integralmente as orientações do economista Aziz Santos, poderoso secretário de Fazenda.

Márcio Jerry, portanto, não é uma exceção.

Informes de Colinas

Robertão recua

Um dia depois de aceitar convite do Secretário de Articulação Politica Marcio Jerry para comandar regional da pasta, o suplente de vereador acabou mudando de idéia aceitando proposta do Prefeito Antonio Carlos. O Prefeito criou de última hora, um cargo especifico para acomodar o Vereador Sibito que assim irá se licenciar para Robertão assumir o mandato de Vereador, já que é primeiro suplente. A criação do cargo foi meramente para atender o intento do Prefeito de ter Robertão como aliado, não importando com qualquer funcionalidade da pasta ou com o desperdício de recurso público. Aliás, isso é o que menos importa para o Prefeito.

Robertão se explica

Em contato com o Secretário Márcio Jerry, Robertão agradeceu o convite. ” Vou realizar um sonho de ser Vereador,e agradeço a forma carinhosa e respeitosa que você me tratou” disse o futuro Vereador.

Escolha de nome

Causa expectativa agora na classe politica colinense a quem caberá o comando da pasta, com a recusa de Robertão. Vários nomes estão sendo especulados e caberá aos apoiadores de Flávio Dino na cidade a escolha do nome.

Adversário nº 01 do Prefeito

O Prefeito Antonio Carlos já não esconde de ninguém que seu adversário principal em Colinas é a familia Barroso. Em recente encontro com o ex-Prefeito Zé Henrique, na cidade de Passagem Franca, o Prefeito era só afagos a Zé Henrique e criticas aos Barrosos.

Eleozilda discursa em defesa de Marcio Jerry

A Vereadora Eliozilda foi bastante aplaudida na última sessão da Câmara. Em pronunciamento firme, a Vereadora exaltou a atuação do Secretàrio Marcio Jerry á frente da Secretaria de Estado da Articulação Politica. Numa parte da fala, a parlamentar disse que algumas pessoas se incomodam com o prestigio de Marcio Jerry, porque não aceitam que um filho de um Caminhoneiro e de uma Professora ocupe um cargo de tamanha relevância, e que Jerry herdou da Professora Graça, a sensibilidade com as causas sociais e o compromisso com o que é certo.

Curtas

Robertão na Articulação Politica

O Suplente de Vereador Robertão (PDT) assumirá a Superintendência de Articulação Politica da Região de Colinas. Robertão é formado em Administração pela UEMA, e será responsável agora em comandar as ações da pasta de Articulação Politica em 08 cidades. A nível estadual a pasta é comandada pelo Colinense Marcio Jerry.

Everton no batente

Depois de ser acometido por um principio de infarto, o Ex- Prefeito Everton Costa se recupera bem. Com a politica nas veias, Everton já visualiza os cenários para sucessão do Prefeito Antonio Carlos.

O carisma de Regia São cada vez mais reais as possibilidades de uma pré-candidatura a Prefeita da Vereadora Régia(PT). Os sinais são dados pela própria população, que diariamente motiva a Vereadora a enfrentar a batalha, e também por pesquisas internas que mostram um crescimento surpreendente de seu nome.  Diante da ascensão da Vereadora, o Partido do Governador Flávio Dino(PCdoB) quer Regia em suas fileiras.

1 visitantes online agora
0 visitantes, 1 bots, 0 membros
Máx. de visitantes hoje: 14 às 03:07 am UTC
Este mês: 31 às 06-14-2015 11:24 pm UTC
Este ano: 55 às 02-04-2015 03:22 am UTC
No total: 73 às 12-01-2014 03:39 am UTC
Visit Us On TwitterVisit Us On Facebook